Casas com blocos de concreto

Nova tendência: Casas de bloco de concreto

Casas com bloco de concreto aparentes são a nova tendência do mercado de arquitetura, só no Instagram são mais de 20.000 postagens sobre o assunto! Admiradores do estilo “brutalista” tem combinado os blocos de concreto com cimento queimado e peças que remetem ao design industrial criando uma nova tendência.

Além de moderno é uma técnica econômica, pois dispensa a finalização o que reduz o custo final da obra.

Veja alguns exemplos:


Nesta casa em Brasília, o bloco de concreto fica aparente em toda fachada externa da casa, o que valoriza a arquitetura diferenciada do projeto.

Neste projeto em São Paulo, o bloco de concreto fica aparente na parte interna da casa, gerando um contraste com os móveis em madeira, deixando o ambiente mais aconchegante.

Neste living em São Paulo, o teto rebaixado em cimento, junto aos blocos na parede reforçam o estilo brutalista na decoração.

Também em São Paulo,
neste projeto, a parede foi demolida e reconstruída com blocos de concreto, deixados de forma aparente para valorizar ainda mais o ambiente.

A Arquitetura brutalista é recentemente resgatada na Oficina do Artista na CASACOR

Veja outros projetos incríveis com blocos de concreto aparentes:

O que achou? É o seu estilo?

Vantagens dos Blocos de Concreto

10 Vantagens dos blocos dos concretos

1.     Agilidade na construção

Por seu tamanho maior em relação aos outros tipos de materiais, as construções com blocos de concreto são muito mais rápidas. O rendimento é 12,5 por m², com apenas 1.000 blocos é possível construir 80 m².

2.     Economia na obra

A facilidade no assentamento e em receber revestimentos geram rapidez na execução. Além disso existe a economia com tabuas e ferragens, pois as vigas e colunas ficam embutidas nos blocos e nas canaletas de concreto. As percas e desperdícios por quebras dos blocos de concreto, durante o transporte e na obra são quase zero.

Colunas Embutidas

3.     Resistência

Os blocos de concreto são fabricados com cimento, portanto possuem a maior resistência entre todos os outros tipos de materiais. No caso da alvenaria estrutural, os blocos suportam o peso de toda a construção (autoportante), sem necessidade de pilares e vigas.

4.     Mão de obra

Pela facilidade no manuseio e fácil assentamento dos blocos de concreto, existem profissionais habilitados em grande quantidade no mercado.

5.     Menor gasto com revestimento

Os blocos de concreto podem receber aplicações diretas de revestimentos como gesso, texturas, massas finas ou revestimento cerâmico, além disso podem ficar aparentes ou receber a pintura diretamente nos blocos, gerando economia.

6.     Segurança contra incêndios

Os blocos de concreto apresentam os menores índices de propagação de incêndios, já que a alta densidade do material faz com que resista por mais tempo às chamas.

7.     Tubulações embutidas

As instalações hidráulicas, elétricas e de esgoto podem ser executadas dentro dos blocos de concreto, evitando cortes ou quebras das paredes para a sua execução.

Instalações Embutidas

8.     Maior conforto térmico e acústico

As cavidades no interior das peças dissipam o som e o calor e proporcionam um melhor isolamento térmico e acústico em relação aos sistemas convencionais.

9.     Economia de argamassa

O menor consumo de argamassa acontece porque, aplica-se a argamassa somente nos locais adequados e em quantidades necessárias.

Aplicação da Argamassa

10.   Flexibilidade e versatilidade na construção

Por sua resistência, medidas uniformes e técnicas executivas simplificadas, os blocos de concreto podem ser usados em vários tipos de construções, como: Muro, barração, arrimo, piscina, casa, prédio…

Muro de Arrimo

Como fazer muro de contenção (muro de arrimo) com blocos de concreto?

Sabemos do perigo quando ocorre deslizamentos de terras.

Por isso um muro de arrimo é fundamental para proteger o seu patrimônio e uma coisa muito mais importante: a vida!

Por sua resistência, um dos materiais mais usados para muro de contenção são os blocos de concreto estruturais (acima de 4,5 MPA)

Separamos alguns lembretes importantes para construção do seu muro de arrimo:

1 – Estude do Terreno

Primeiro devemos saber exatamente a altura do muro e da força que vai atuar sobre ele.

Como conseguir isso? Por se tratar de um projeto importante, esse cálculo deve ser realizado por um profissional capacitado.

Existem alguns tipos de muro de arrimo, como por exemplo: Muros de arrimo por gravidade (ou peso) e Muros de arrimo de flexão, por isso o estudo do terreno é importante.

2 – Defina a Fundação

Para que o seu muro de arrimo seja forte, deve ter uma fundação eficiente. A fundação que garantira a capacidade do muro de arrimo resistir o peso da terra e da água da chuva. Só um profissional capacitado vai ter a competência de indicar o melhor tipo de fundação para o seu muro de contenção.

Dependendo da carga que o muro irá receber, é imprescindível instalar pilares de sustentação para que o muro não desabe com a pressão da terra.

3 – Não Esqueça da Drenagem

O que na maioria das vezes derruba um muro é a água da chuva. Não é coincidência os desastres ocorrerem sempre em períodos chuvosos.

Todo muro de contenção deve ter um sistema de drenagem eficiente, esse é um passo muito importante, pois em muitos casos o muro de arrimo sede por não ter um sistema de drenagem próprio.

Quando não existe uma drenagem adequada, a água da chuva ao penetrar no solo chegara até o muro e por não ter para onde ir, vai ficar acumulada e com isso exercer uma forte pressão sobre o muro.

Um sistema de drenagem muito utilizado é com barbacãs, que são canos de PVC furados. Ao redor dos canos deve ser usado camadas de materiais drenantes, onde o fluxo de água é direcionado até os tubos perfurados que faz a drenagem da água.


Barbacãs

Para saber se a drenagem está funcionando é simples, basta observar.

Se em dias de chuva a água estiver escorrendo pelos tubos é que o seu sistema de drenagem está funcionando corretamente.